Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Diretor
Início do conteúdo da página


 AUGUSTO LUIZ DE CASTRO OTERO


Posto: Brig Eng

Naturalidade: Rio de Janeiro - RJ

Data de Praça:12/03/1984

Promovido ao atual posto em 31 de março de 2016.

 

Biografia


Graduou-se em engenharia aeronáutica pelo ITA. Especializou-se em armamento aéreo pelo ITA e em ensaios em voo pelo atual IPEV. Possui MBA em gestão estratégica de negócios pelo ITA/ESPM e em gestão por processos pela UFF. Possui, ainda, cursos de certificação de material aeroespacial de emprego militar, guerra eletrônica, negociação de contratos internacionais e acordos de compensação, economia e finanças da aeronáutica, gestão de projetos alinhada ao PMI, auditor de sistema de gestão da qualidade NBR-ISO 9001 e outros da Divisão de pós-graduação do ITA.

Realizou os cursos militares de formação de oficiais da reserva da aeronáutica no CPOR-SJ, de aperfeiçoamento de oficiais e de comando e estado-maior da aeronáutica na UNIFA, superior de defesa e de altos estudos de politica e estratégia na ESG.

Foi instrutor dos cursos de tiro e bombardeio, material bélico, extensão em engenharia de armamento aéreo, ensaios em voo, formação de oficiais especialistas em armamento e em aviões e indicado instrutor da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais e da Escola de Comando e Estado-Maior.

Publicou trabalhos nas áreas de materiais composto, trajetografia ótica, emprego de armamentos inteligentes, rendimento propulsivo, plano de negócio para empresa certificadora, plano estratégico organizacional para a ASD, base industrial de defesa do Brasil e parcerias na UNASUL, e programa nacional de atividades espaciais.

Na ASD foi membro da equipe de engenheiros aeronáuticos responsável pelos projetos aerodinâmicos de diversas bombas, mísseis e pára-quedas desenvolvidos pela Divisão; chefe do laboratório de mecânica; chefe da subdivisão de engenharia e chefe da Divisão.

No IPEV integrou diversas equipes de ensaios em voo como engenheiro de provas. Foi o engenheiro responsável pelo programa de provas intensivas do sistema de pontaria d´armas da aeronave AM-X, pela 7ª preview-BR – 2ª fase, pela qualificação de armamento nacional no AM-X e integrou a equipe de avaliação das propostas e das aeronaves para o projeto F-X. Chefiou as subdivisões de engenharia e de suporte técnico da então Divisão de Ensaios em Voo.

Na REMABI foi membro da equipe de ensaios em voo brasileira no Reparto Sperimentale Volo. Participou das avaliações da aeronave AM-X na configuração FOC durante campanhas de ensaio CJT e 7ª preview-IT – 2ª fase; da elaboração dos requisitos conjuntos da mead life update da aeronave AM-X e das comissões de collaudo dos contratos conjuntos das fases de desenvolvimento, serialização e produção da aeronave AM-X.

No DCTA coordenou operações Cascavel, Piranha e Poker, de desenvolvimento e certificação de armamentos e foguetes, míssil MAA-1A e dos casulos de reconhecimento RecceLite, de designação laser Litening, e das bombas guiadas a laser Lizard II, no AM-X. Foi representante de ensaios em voo junto ao programa conjunto AM-X e gerente técnico do projeto AM-X. Foi, ainda, responsável por coordenar, no âmbito FAB, as definições das configurações armadas, dos sistemas aviônico e de autodefesa e das estações de solo para a aeronave A-1M, assim como as reuniões de acompanhamento do projeto de modernização do AM-X pela EMBRAER.

No GAC-EMBRAER, onde foi chefe, exerceu ainda, a função de presidente de diversas comissões de recebimento de etapas contratuais dos projetos F-5BR, AL-X, A-1M, VCL-X e KC-X e das Comissões de Recebimento das Aeronaves F-5M e A-29.

No IFI, onde foi Diretor, conduziu o instituto nas áreas de certificação aeronáutica e espacial, qualidade, desenvolvimento industrial, metrologia, offset, e apoiando as demais OM do DCTA nas áreas de atuação do Instituto.

Conta aproximadamente 750 horas de voo de ensaios em aeronaves de asas fixas, no Brasil e no exterior. Possui as medalhas militar de bronze, prata e ouro, mérito Santos Dumont e mérito Aeronáutico-grau oficial e recebeu as honorárias Adelphi, Leão e Centauros do esquadrões de AM-X.

 

Fim do conteúdo da página