Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

 

O Projeto VLM-1 tem por objetivo o desenvolvimento de um veículo destinado ao lançamento de microssatélite em órbitas baixas (LEO) equatoriais ou de reentrada, com três estágios. Os três sistemas propulsivos do VLM-1 são movidos a propelente sólido, sendo os dois primeiros estágios equipados com o propulsor S50, com 12 toneladas de propelente cada um, e um estágio orbitalizador equipado com o propulsor S44, com aproximadamente 800 kg de propelente.

O Projeto VLM-1 é um projeto binacional, desenvolvido entre o Instituto de Aeronáutica de Espaço (IAE), uma organização do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e o DLR-Moraba, uma organização pertencente ao Centro Aeroespacial Alemão (DLR). Esta parceria visa mitigar riscos e dividir os custos relacionados ao desenvolvimento de um veículo lançador.

 

Veículo Lançador de Microssatélites (VLM-1): Principais Sistemas

vlm 1 imagem

Tendo em vista o desafio tecnológico que o desenvolvimento do VLM-1 representa, tanto para o IAE, quanto para o DLR-Moraba, o caminho adotado foi a criação de um projeto intermediário e estruturante, que fosse tecnicamente mais simples e que possibilitasse a qualificação em voo de alguns dos principais sistemas do VLM-1. Com isso, foi criado o projeto do veículo VS-50, composto por dois estágios e capaz de realizar voos suborbitais e de reentrada atmosférica.

A filosofia de desenvolvimento adotada para o VS-50 foi a de manter a mesma divisão de trabalho, já existente entre o IAE e o DLR-Moraba, de tal forma que a configuração do VS-50 fosse a mais próxima possível da do VLM-1, de tal forma que o primeiro estágio de ambos os veículos são praticamente idênticos e o segundo estágio do VS-50 possui a mesma configuração do terceiro estágio do VLM-1.

Com isso, todos os sistemas, subsistemas e componentes desenvolvidos para o VS-50 poderão ser empregados no VLM-1 como, por exemplo, o motor S50, o sistema de atuação da tubeira móvel (TVA), as interfaces de separação, sistemas de controle de guiamento e navegação, as redes elétricas e pirotécnicas, o sistema de terminação e telemetria de voo. Além disso, o 1º voo do VS-50 permitirá testar toda a infraestrutura de lançamentos e rastreio do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA) a partir da Torre Móvel de Integração (TMI).

Veículo Suborbital VS-50: Principais Sistemas
vlm 1 imagem2

O Planejamento adotado pelo IAE e pelo DLR-Moraba prevê a realização de dois lançamentos do VS-50 e um lançamento do VLM-1 até a conclusão do Projeto. Diversos sistemas já tiveram suas CDR (Critical Design Review) realizadas e aprovadas, e se encontram em fase de fabricação de protótipos para testes de qualificação e aceitação.

O VLM-1 tem por finalidade: garantir a autonomia do Brasil no desenvolvimento e lançamento de veículos lançadores de microssatélites previstos no PNAE e envolve a realização de estudos, projeto e revisão, fabricação, integração, ensaios, análise de conformidade e operação de veículos lançadores. Incluem seus sistemas, subsistemas, peças e componentes, além de dispositivos associados e meios de solo, englobando recuperação, certificação e implementação de laboratórios e plantas industriais relacionadas, cobrindo o ciclo completo desde a concepção e revisão do projeto de veículo até a análise de resultados de voos.

No desenvolvimento e produção dos veículos lançadores está sendo buscada a crescente participação da indústria nacional para ampliar e consolidar a cadeia produtiva do setor espacial e parcerias internacionais.

Os sistemas em desenvolvimento para equipar os veículos VS-50 e VLM-1, sob responsabilidade brasileira, estão sendo financiados com recursos provenientes da Agência Espacial Brasileira (AEB) e os sistemas em desenvolvimento, sob responsabilidade alemã, estão sendo financiados com recursos provenientes do DLR.

 

Gerente

Maj Eng Rodrigo César Rocha Lacerda

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(12) 3947-5035

Status

Ativo

 
Fim do conteúdo da página